Construa (e mantenha) seu networking – Membro do CITi no Diário de Pernambuco.

“Uma boa rede de contatos é cada vez mais importante para quem quer se destacar na busca por uma vaga no mercado
tiagocisneiros.pe@dabr.com.br


O estudante de ciências da computação Thalles Montenegro acredita que o networking pode fazer diferença no seu futuro . Foto :Fellipe Castro/Esp. Aqui PE/D.A Press

Thalles Montenegro tem 20 anos e é estudante de ciências da computação da Universidade Federal de Pernambuco. Desde cedo, ele se esforça para criar e manter uma rede de contatos profissionais. “O networking faz a diferença no futuro. Através da empresa júnior da UFPE, conheci muita gente – inclusive de outros estados – e troquei experiências. Mais para a frente, essas pessoas e conhecimentos podem me ajudar em um emprego, pesquisa ou negócio próprio”, diz.

Apesar da pouca idade, Thalles está certíssimo. Pelo menos, na ótica dos especialistas na área de recursos humanos. Para eles, uma boa rede de contatos é cada vez mais importante para quem quer se destacar em um mercado caracterizado pelo encontro de campos de atuação bem distintos e por profissionais que passam pouco tempo em cada empresa.

Para criar seu networking, o primeiro passo é aproveitar os encontros com outros profissionais (mesmo que sejam de outras áreas) para trocar e-mails, telefones e experiências. Nesses momentos, um cartãozinho de visita costuma ser bastante útil. A dica é da coordenadora do curso de gestão em recursos humanos da Faculdade Marista, Ana Regina Ribeiro, para quem a rede de contatos pode ser decisiva na busca por oportunidades e conhecimentos.

Se você for arriscar uma aproximação, vá com calma. Quem vai direto ao ponto pode ficar com a imagem de alguém que só quer se “aproveitar” dos novos colegas. Por isso, tente começar a conversa com assuntos amenos, como a expectativa para a Copa do Mundo ou qualquer outra coisa que seja de alcance geral. “As pessoas devem agir naturalmente, falar sobre o que está acontecendo. Aos poucos, depois de ‘quebrar o gelo’, podem chegar aos assuntos profissionais”, diz a professora.

Para o networking dar certo, você também vai precisar investir na manutenção das relações. Segundo Ana Regina Ribeiro, isso pode ser feito através de telefonemas, e-mails (sem spams, correntes e afins) e conversas em eventuais reencontros. Outra opção é participar de associações profissionais, que costumam promover reuniões e debates sobre o mercado de trabalho.

Nos últimos anos, as redes de relacionamento on-line, como o Orkut, o Yahoo! Groups e o LinkedIn, ganharam espaço entre os contatos profissionais.”

Fonte: diariodepernambuco.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: