Archive for dezembro, 2009

O Poder da Comunicação

Nos últimos anos o mundo dos negócios exige profissionais cada vez mais preparados e com várias habilidades. A habilidade de conversar será útil a você em qualquer circunstância: no contato com uma ou mais pessoas, numa reunião profissional, proferindo palestras, ministrando aulas, participando de convenções. Enfim, é uma qualidade que sempre o ajudará a abrir portas para o sucesso.

A comunicação é necessária em todos os momentos de nossa vida, quer seja ela profissional ou pessoal. Precisa, portanto, ser aperfeiçoada para sermos persuasivos, convincentes e cativantes nas nossas conquistas enquanto pessoa ou representante de uma empresa, buscando um inter-relacionamento diferenciado e alcançando as exigências cada vez maiores do mercado.

É importante que você perceba o quanto o nosso modo de falar e agir interfere no marketing pessoal. A influência da comunicação é tão grande que vale muito a pena dedicar esforços e atenção em prol de seu aprimoramento. Uma comunicação eficaz, segura e compreensível implica alguns cuidados fundamentais.

Primeiramente é importante que você convença a si mesmo antes de tentar convencer os outros. Um discurso bem planejado, evidentemente, segue uma estrutura que contém começo, meio e fim. Estude, pesquise a respeito, reúna fontes confiáveis que agreguem valor à sua idéia. Mais do que isso: troque experiências. Não adianta falar maravilhas, se ninguém for capaz de decifrá-las. Tome muito cuidado com o seu jeito de falar. Note se as pessoas costumam pedir para que você repita suas frases; se fazem expressões faciais estranhas enquanto o ouvem; se dão respostas que revelam falta de atenção na conversa. O falar diz respeito à articulação, que consiste na produção dos sons da fala. Ela resulta da movimentação dos órgãos que compõem a cavidade oral. Para que a mensagem saia clara, esta movimentação deve ser precisa e eficaz. Evite falar depressa e preste atenção no ritmo da respiração.

Quando nos encontramos em situações que geram nervosismo, medo ou ansiedade, como falar em público, o ritmo respiratório se modifica tornando-se mais curta, ás vezes audível e rápida. Alguns exercícios de relaxamento e aquecimento podem ser feito antes da atividade vocal.

A voz reflete a nossa personalidade, os nossos sentimentos e o nosso estado de humor.

autor: Laerte Soares Basilio Junior

Anúncios

Leave a comment »

WIn -Workshop de Inovação

Pessoal,

Bem-vindos ao I Workshop de Inovação CIn: http://www.cin.ufpe.br/~win/

Workshop de Inovação (WIn) é um evento que objetiva promover a disseminação da cultura de inovação e do empreendedorismo. Para isso, diferentes formas de interação são propostas – palestras, mesas-redondas, apresentações de disciplinas, rodadas de negócios e encontros livres –  para que as pessoas interessadas em empreender encontrem-se e construam mútuas oportunidades.

O WIn é uma construção colegiada de todos os segmentos que compõem o Centro de Informática da UFPE. Desejamos que este evento consiga atrair todos os atores que, juntos, podem criar novos empreendimentos ou gerar novos produtos, a saber: investidores, pesquisadores, empresários, agentes financeiros, governo, artistas. Nossa visão, portanto, é que a partir da diversidade de pensamentos e da confluência de ideias, possamos promover o surgimento de boas oportunidade de crescimento econômico para todo o Brasil e, especialmente, para a nossa região Nordeste.

Este ano contamos com a apresentação dos trabalhos de quatro disciplinas, três mesas redondas, duas palestras (sendo uma delas de diretoria de inovação da Coca Cola), uma oficina e espaço para Barcamp (conferências informais).

Sejam bem-vindos e participem à vontade. A presença de vocês pode ser o início de uma grande ideia!

Leave a comment »

Numerati – “Eles já conhecem você”

https://i0.wp.com/images.businessweek.com/ss/08/12/1215_best_design_books/image/numerati.jpg

Quem acessa a internet, usa cartão de crédito, assina tv a cabo, utiliza celulares (entre outras coisas) deixa, todos os dias, uma séria de pistas e informações sobre nosso hábitos, ações, comportamento e costumes. Entretanto, quem coleta estes dados? Quem os examina? E o que estão fazendo com eles?

São estas as informações que o jornalista Stephen Baker explora no livro “Numerati”.

Segundo o autor, membros de uma elite da ciência da computação da matemática, conhecidos como Numerati, estão descobrindo meios de dissecar cada ação nossa e prever, de maneira precisa, nosso próximo passo.

Qual o objetivo dos Numeratis?
Montar uma base de dados através das ações das pessoas, lazer, rotinas de trabalho e tudo que porventura forneça algum subsídio que possa ser armazenado e analisado por computadores e matemáticos.

Onde e quem usará esses dados?
Profissionais de marketing  e do comércio ou instituições podem usar esses dados para tornar as suas atividades mais eficazes. Armazenando, cruzando e analisando essas informações políticos podem direcionar suas campanhas, assim como empresas atingirão um outro nível no monitoramento de seus funcionários.

– Leia a entrevista do autor para a Revista Época. Link

Fonte


Leave a comment »